Comunicação

Embaixador do Reino Unido no Brasil conhece a CERTI e elogia SC: “Ambiente de inovação muito forte”

10/10/201713:10:05

Em sua visita a Florianópolis para conhecer melhor o ecossistema de tecnologia e inovação de Santa Catarina, o embaixador do Reino Unido no Brasil, Vijay Rangarajan, fez uma visita à CERTI na manhã desta terça-feira (10/10), onde foi recebido pelos superintendentes da instituição, José Eduardo Fiates e Laercio Silva, e pelo presidente da Fapesc, Sergio Gargioni.

Segundo o embaixador, que esteve acompanhado do Cônsul Honorário em Santa Catarina, Michael Delaney, o encontro foi uma oportunidade para discutir possíveis parcerias e reforçar a agenda de intercâmbio em pesquisa e internacionalização de empresas catarinenses para o Reino Unido. Ainda nesta terça, Vijay Rangarajan visitará a Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (ACATE) e o Sapiens Parque, espaço de inovação que é referência para investimentos em tecnologia.

Após conhecer os laboratórios de Convergência Digital e Mecatrônica e de Metrologia e Instrumentação da CERTI, Vijay concedeu uma rápida entrevista aos canais da CERTI em que falou sobre o ecossistema de inovação tecnológica de Santa Catarina e a intenção de fortalecer as relações entre o Reino Unido e o estado.

Confira a seguir a entrevista:

CERTI – Esta é a primeira vez que você vem a Santa Catarina. Qual é a sua visão sobre o ecossistema de tecnologia e inovação do estado?
Vijay Rangarajan - Trata-se de um ambiente de inovação muito forte. É fascinante ver o papel de diferentes instituições aqui e ver o sucesso, como essas intervenções deram certo, com o apoio do Governo. Tem muitas invenções incríveis aqui, e mais importante do que as invenções é a forma de produção e implantação na vida normal das pessoas.

CERTI – Durante o encontro, foram discutidas algumas possibilidades de parcerias. Qual seria o papel do Reino Unido?
Vijay Rangarajan - O que nós queremos é construir e fortalecer as relações entre o Reino Unido e o estado de Santa Catarina, em especial Florianópolis. Somos países muito inovadores e, dessa forma, podemos estimular ainda mais inovação entre os dois países.

CERTI – Na sua opinião, o que o Reino Unido tem a aprender com o ecossistema de inovação de Santa Catarina?
Vijay Rangarajan - Temos coisas a aprender aqui também. Ideias são ideias, são preciosas. Quando alguém tem uma ideia importante, todas as partes do mundo podem tirar proveito dessas ideias, e também estimular outras ideias. O intercâmbio de ideias internacionalmente, dentro dos maiores mercados do mundo, o Reino Unido e a União Europeia, é muito importante para as startups também. Essa parte aqui é um pouco baseada em algumas startups de Cambridge e de Londres também. Eu acredito que podemos trocar ideias, sistemas, experiências e mercado, o que é muito importante para o desenvolvimento de produtos no mercado.

Voltar ao índice