• pt-br
+55 (48) 3239-2000
comercial@certi.org.br
  • pt-br

Dayback cresceu 200% em 2021 com solução para controle e gestão de energia

COMPARTILHE ESSE POST:

Formada por cinco engenheiros com vontade de produzir tecnologia de âmbito nacional, a Dayback Energia Estratégica carrega como missão empoderar seus clientes para que tenham acesso a informações que os ajudem a ter o controle máximo sobre a geração e consumo de energia. A empresa nasceu em 2014, com outro nome – Pensys Tecnologia – e em 2016 passou a fazer parte do ecossistema da Incubadora CELTA, principal núcleo de desenvolvimento e suporte para empresas de tecnologias de Florianópolis (SC), onde focou no desenvolvimento de produtos relacionados a microgeração de energia elétrica por fontes eólica e solar.

Em 2017, a startup passou por um rebranding, firmando-se com o nome que conhecemos hoje. Isso também impactou nos produtos que desenvolviam, já que os projetos passaram a estar relacionados a Inteligência Artificial e Energia Híbrida. A mudança é resultado da conquista do primeiro prêmio da empresa, em 2016, com o produto aero gerador híbrido de energia eólica e solar, na qual possuem patente registrada.

Com soluções personalizadas na área de energia, a Dayback auxilia setores como agronegócio, indústrias, pequenas e médias empresas que atuam principalmente no Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Dentre seus clientes estão a Cooparcentro, Beija Flor Cerealista, Grão Fértil, Construtora Tenda, Tegra Incorporadora, MG Superfícies, condomínios e empresas da Grande Florianópolis. Entretanto, as parcerias realizadas pela Dayback nos últimos meses fará com que a empresa alcance o âmbito nacional ainda em 2022.

Este ano, a empresa começou uma rodada de investimentos para dar projeção ao seu produto Dayback Energy. A solução permite que o cliente monitore a geração e consumo de energia elétrica, e isto pode estimular a mudança de hábitos para promover um consumo mais consciente. Além disso, a inteligência artificial do produto permite saber em tempo real o consumo de energia, quais os horários de pico e quais equipamentos consomem mais eletricidade, desta forma ajudando as empresas a terem mais consciência sobre o seu consumo de energia, aumentando a competitividade das empresas e a sustentabilidade no mercado.

Ao longo dos seus sete anos de atuação, a startup alcançou importantes números que representam um passo importante no caminho da sustentabilidade: “Fizemos a instalação de cerca de 2.500 mil módulos solares e a captura de mais de 2 toneladas de CO². Hoje todo o processo da empresa é feito com energia sustentável, então não emitimos CO² para as operações”, comenta Ricardo Vasconcellos, CEO da Dayback. Além disso, está no processo para conseguir a Certificação B (movimento global que busca redefinir a economia, levando em consideração o bem-estar da sociedade e do planeta).

Tudo isso refletiu nos números da empresa. Este ano, a Dayback teve um crescimento de 200%, quando comparado com 2020. Esse crescimento também ressoou na conquista do segundo lugar no Prêmio de Inovação Catarinense, promovido pela FAPESC (Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina), o que chancelou que a empresa está no caminho certo da inovação.

Todos esses resultados foram alcançados com o apoio do ecossistema proporcionado pela Incubadora CELTA: “É muito importante para a nossa jornada e faz o alicerce fundamental que a empresa de tecnologia precisa para crescer”, pontua Vasconcellos.  Além disso, todo consumo de energia elétrica e emissão de CO² gastos da incubadora é monitorada pela solução desenvolvida pela startup.

COMPARTILHE ESSE POST: